Com o lançamento do SUV Stelvio, a marca italiana resolveu prescindir da aposta na carrinha do segmento D.  

Roberto Fedeli, o líder da engenharia na Alfa Romeo e Maserati, afirmou ao Autohoje que a gama Giulia não irá ter uma versão carrinha, ao contrário do que chegou a ser equacionado: “depois de terminado o Stelvio, concluímos que este SUV, nas suas várias motorizações, conseguirá satisfazer as necessidades dos compradores tradicionais de carrinhas.”

Apesar desta decisão, a gama Giulia deverá ter outras versões, como um coupé e um cabrio mas, segundo Fedeli, “isso não é uma prioridade. As nossas prioridades para os próximos tempos são lançar um modelo acima do Giulia e outro abaixo, para substituir o Giulietta.” O modelo acima do Giulia, um concorrente do Série 5 e do Classe E, será feito com base na mesma plataforma Giorgio do Giulia. Quanto ao Giulietta, ainda não está decidido se será feito com base nessa plataforma, tendo tração atrás, ou numa nova plataforma, com tração à frente, admitiu Fedeli.

Assine Já

Edição nº 1437
Já nas bancas

Digital Papel

Top

Os mais recentes